Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2007

Lista de videos

http://www.youtube.com/watch?v=x0exXbXc_ec

http://www.youtube.com/watch?v=-jWrQFWdyOc

http://www.youtube.com/watch?v=Vv_8qcRl2Y8&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=FhTVIGIWT4w&feature=related

http://www.youtube.com/watch?v=q8jYp6U3YZs&feature=related

 

publicado por projectoboxe às 08:58
link do post | comentar | favorito
|

Teófilo Stevenson

Seu pai, Teófilo, era um imigrante anglófono, da ilha antilhana de St. Vincent e sua mãe, Dolores, apesar de nascida em Cuba, era filha de imigrantes procedentes de St. Kitts. Por isso, Teófilo, o filho, falava inglês com fluência.

Seu pai também era boxeador e Teófilo seguiu a mesma carreira, com mais facilidades que o pai pois começou a atuar já sob o regime de Fidel Castro, que dá forte apoio ao esporte.

Ganhou o ouro olímpico em três jogos seguidos (Munique 1972, Montreal 1976 e Moscou 1980) e em diversos campeonatos mundiais amadores, na categoria de pesos pesados (mais de 90 kg.). Dos 321 combates de que participou, em vinte anos de carreira, venceu 301 e nunca perdeu por nocaute.

Com 1,90m de altura e peso na média dos 93 kg, é considerado o maior boxeador não profissional de todos os tempos, com os devidos temperamentos ao alegado amadorismo, pois é sabido que nos regimes socialistas da Europa Oriental e de outras partes (e Cuba é um caso exemplar) os atletas de destaque são patrocinados pelo Estado.

É conhecido o fato de que recebeu várias ofertas de dinheiro – fala-se em até cinco milhões de dólares – para que se tornasse profissional e fosse morar nos Estados Unidos. Estas ofertas foram rechaçadas publicamente, o que lhe valeu uma proteção ainda maior do governo cubano.

Por várias vezes, anunciou-se que Stevenson lutaria contra Muhammad Ali, mas problemas técnicos (número de assaltos e local da luta) e políticos ( as relações tensas entre Cuba e Estados Unidos) impediram que a luta se realizasse.

Por causa do bloqueio dos países comunistas, Stevenson não esteve presente nos Jogos Olímpicos de Los Angeles, em 1984. Depois de disputar, em 1988, o campeonato mundial em Reno, nos Estados Unidos, Teófilo decide aposentar-se dos ringues.

Em 2006, ocupa um cargo de diretor da federação cubana de boxe. Já foi deputado da Assembléia Nacional

publicado por projectoboxe às 08:57
link do post | comentar | favorito
|

George Foreman

Foi campeão mundial por duas vezes, considerado um dos maiores pesos-pesados de todos os tempos. Com 81 lutas, venceu 76, sendo 68 por nocaute. Junto de Muhammad Ali e Joe Frazier, é considerado um dos maiores pesos-pesados de todos os tempos. Lutou sua última luta aos 48 anos, perdendo por decisão muito controvertida.

Após aposentar-se do boxe, passou a se dedicar à venda de utensílios domésticos de marca própria com grande sucesso

publicado por projectoboxe às 08:56
link do post | comentar | favorito
|

Mercado

A fama de Tyson se tornou uma parte da cultura popular. Um filme biográfico sobre Tyson fora feito para televisão e o pugilista apareceu em produções como Rocky Balboa, e Tyson inspirou jogos de videogame, como Mike Tyson's Punch-Out!! para o NES, Mike Tyson Boxing para o PlayStation e Game Boy Advance e Mike Tyson Heavyweight Boxing para o PlayStation 2 e Xbox.

publicado por projectoboxe às 08:55
link do post | comentar | favorito
|

Pugilistas famosos

 Rocky Marciano

 

Um dos maiores lutadores de boxe de todos os tempos. Considerado por muitos, o melhor de todos os tempos e categorias, a frente de Muhammad Ali, Mike Tyson, Joe Louis, George Foreman, etc. Conhecido por seus golpes potentes, Marciano nunca perdeu uma luta sequer enquanto esteve nos ringues. Somou 49 vitórias em 49 lutas em sua carreira, sendo 43 por knockouts, marca nunca superada até hoje. Vale lembrar que Rocky foi o último branco, campeão dos pesos pesados, ficando com o título de 23 de Setembro de 1952 até 30 de Novembro de 1956, quando se aposentou do boxe, sem nunca sentir o gosto de uma derrota ou empate. Fora das quatro cordas do ringue, o lutador inspirou os famosos filmes da série "Rocky", de Sylvester Stallone (inclusive o primeiro filme "Rocky" ganhando o Oscar de Melhor Filme em 1976).

O pai de Rocky Marciano, Pierino Marchegiano, lutou na Primeira Guerra Mundial. Não ganhou glórias por isso. Na verdade, apenas um problema de saúde, após estar envolvido em um ataque das tropas inimigas com gás. Ele, com sua esposa, acabou indo para os Estados Unidos. O casal de imigrantes teve seu primeiro filho em terras norte-americanas: Rocco Francis Marchegiano, nascido no dia primeiro de Setembro de 1923, em Brockton, Massachusetts. Rocco passou a ser conhecido anos depois de seu nascimento, como Rocky e demonstraria que a vontade de lutar havia sido herdada de seu pai.

Vale lembrar que com um ano de idade, Rocky e sua família passaram por um grande drama. Rocky havia contraído uma forte pneumonia, e por ser um bebê ainda, quase morreu. Já na adolescência, jogou em times de Baseball e Futebol Americano da sua escola, Brockton High School, mas é com 20 anos que ele é chamado para o Exército Americano devido a Segunda Guerra Mundial, e há quem diga que foi nessa fase da vida que ele aprendeu a gostar e lutar boxe.

Com o final da guerra em 1945, Rocky foi dispensado do Exército sem ao menos ter entrado em combate e é dai que ele começa a lutar boxe, tornando-se profissional em Março de 1947. Com o nome de Rocky Marciano, ele foi simplesmente espectacular. No ringue, este filho de imigrantes não sentia medo. E o motivo era bem simples. O que era entrar em um ringue, vestir um par de luvas e golpear outro pugilista para quem cresceu como um filho de imigrantes italianos durante a pior crise da economia norte-americana.

Rocky parecia não sentir dor, por mais golpes que recebesse. Por mais castigado que fosse em um ringue. O garoto Rocco parecia imbatível. Há quem diga que a potência de seu soco, era a mais forte de todos os tempos, apesar de ter braços menores que a média, altura menor que a média e peso (que era em torno de 83 a 85 quilos) menor que a média. Não demorou para Rocky Marciano conquistar o título de melhor peso pesado do mundo. O combate aconteceu na Philadelphia, em 23 de Setembro de 1952. Rocky Marciano reduziu a cinzas Jersey Joe Walcott e tomou para si o título. Apartir dai, lutou contra grandes lutadores, como Ezzard Charles, Don Cockell, Archie Moore. Outra grande luta foi contra um dos melhores pugilistas de todos os tempos, Joe Louis. Rocky nocauteou Louis, que já com certa idade, acabou encerrando sua carreira logo após essa luta, naquele ano de 1951.

Uma das explicações para o sucesso de Rocky Marciano no boxe era seu coração de guerreiro e um instinto cruel, devastador. Depois de uma vitória contra Archie Moore, Rocky Marciano decidiu que era momento de se aposentar.

Aposentadoria - As marcas das batalhas

Dois motivos principais fizeram com que Rocky Marciano optasse pela aposentadoria em 1955. Nesta época, o pugilista poderia continuar lutando. Entretanto, as marcas em seu rosto, depois de tantos combates e sua família, mulher e filha, convenceram o descendente de imigrantes italianos a desistir de subir nos ringues.

A mulher de Marciano, Barbara, não gostava que seu marido lutasse boxe. Mas o pugilista tinha um motivo talvez maior: sua filha Mary Anne. Longe dos combates, Rocky Marciano possuía o mesmo comportamento que demonstrava na época em que era o campeão do mundo, sempre amigável e disposto a ajudar um amigo.

Rocky Marciano tentou se aventurar no mundo dos negócios, mas não obteve o mesmo sucesso. Geralmente, perdia o dinheiro que usava em investimentos que julgava serem boas opções para o seu futuro.

Um dia antes de completar 46 anos (em 31 de Agosto de 1969), Rocky Marciano embarcou em um avião para uma reunião de negócios. Seria a última viagem do campeão. O avião caiu e seus três ocupantes morreram no desastre aéreo, perto de Newton, Iowa. Boa parte do dinheiro que Rocky Marciano conquistou como pugilista profissional foi recuperado por sua família, pois o ex-campeão do mundo monopolizava os negócios da família.

Como já dito, Rocky superou os limites do boxe. Os filmes de Sylvester Stallone da série "Rocky" foram inspirados na sua vida. Em 1999, foi lançado um filme para TV, contando sua vida e sua carreira, o nome do filme é "Rocky Marciano". Além de milhares de livros escritos em sua homenagem, valendo destacar o "Rocky Marciano, Biography of a First Son". Sua mulher, morreu cinco anos após sua morte, com 46 anos, em 1974. Seu pai morreu em Março de 1973 e sua mãe em Janeiro de 1986.

Rocky Marciano, o melhor de todos os tempos!

Obtido em "http://pt.wikipedia.org/wiki/Rocky_Marciano

 

 

Muhammad Ali

 

Muhammad Ali-Haj, nascido Cassius Marcellus Clay Jr., (Louisville, 17 de janeiro de 1942) é para muitos o melhor pugilista de todos os tempos. É mundialmente conhecido não somente pela sua maneira de boxear, mas também pelas suas posições políticas. Ali foi eleito " O Esportista do Século" pela revista americana Sports

Nascido no estado do Kentucky, tornou-se o melhor lutador de boxe do seu tempo e começou vencendo os Jogos Olímpicos de 1960. Conquistou o título de campeão dos pesos pesados ao derrotar Sonny Liston em 1964. Perdeu o título em 1967 e foi proibido de atuar por três anos e meio por ter se recusado a lutar no Vietnã. Recuperou o posto ao ser reablitado, mas logo perdeu para Joe Frazier. Ganhou de novo o título em 1974 ao vencer George Foreman em luta realizada no Zaire (retratada no documentário "Quando éramos Reis") , perdeu-o em 1978 para Leon Spinks e em seguida retomou-o de Spinks. Retirou-se do boxe quando ainda era campeão.

Foi o único boxeador que até hoje suportou 12 assaltos com o maxilar quebrado (luta com Ken Norton, em 1973). Converteu-se ao Islamismo (mudando de nome para Muhammad Ali-Haj) e lutou contra o racismo.

Ali hoje é considerado o rei do boxe mundial. Muhammad Ali não tem a doença de Parkinson, mas uma afecção denominada parkinsonismo do pugilista, uma síndrome parkinsoniana, pois tem todas as características da doença de Parkinson, mas não é a própria doença.

 

 

 

 

Evander Holyfield

 

Evander Holyfield (Atmore, Alabama, 19 de outubro de 1962) é um pugilista norte-americano, dono de vários títulos mundiais dos pesos-pesados e semipesados nas décadas de 1980 e de 1990.

Lutou como amador, mas foi desqualificado de forma controversa na semifinal em 1984 e, subseqüentemente, tornou-se profissional.

Em sua 12ª luta, recebeu o título dos pesos semipesados da Associação de Boxe Mundial (WBA) derrotando por pontos Dwight Muhammad Qawi em 1986, além do prêmio da Federação de Boxe Internacional (IBF) ao nocautear Rickey Parkey em 1987. Em novembro de 1996, desafiou Mike Tyson pelo título da WBA. Holyfield venceu de forma surpreendente ao realizar a proeza de nocautear Tyson no 8º round. Em junho de 1997, venceu a revanche de modo espantoso quando Tyson foi desqualificado no fim do terceiro round ao arrancar parte da orelha de Holyfield. Em novembro, adicionou o título da IBF ao seu título da WBA nocauteando Moorer após oito rounds em Las Vegas.

Defendeu seu título da IBF contra Vaughn Bean em 1998 e ambos títulos, em circunstância controversa, contra Lennox Lewis um ano depois. Lewis venceu por decisão unânime

 

 

 

Tyson teve uma infância difícil, depois do pai abandonar o lar quando ele tinha apenas dois anos. A sua juventude ficou marcada pelo internamento, aos 11 anos, num reformatório para jovens delinquentes. Foi aqui que se iniciou no boxe, motivado pelo director da instituição, que era um antigo pugilista. Aos treze anos foi descoberto pelo treinador Cus D'Amato que passou a ser o responsável pela sua carreira. No entanto, no ano seguinte, Mike Tyson ficou a ser orientado por Ted Atlas.

Em 1981, com 15 anos, tornou-se campeão juvenil de boxe dos Estados Unidos da América, para no ano seguinte alcançar o título mundial do mesmo escalão etário. Em 1983 zangou-se com Atlas e voltou a trabalhar com Amato e foi sob a orientação deste, que em 1985, se deu a sua passagem para o boxe profissional. Logo no primeiro ano ganhou os 15 combates em que participou, 11 deles por K.O. (knock-out) no primeiro round.

Em 1986, o pugilista impôs-se definitivamente como campeão e ficou conhecido em todo o mundo. A mais importante das 13 vitórias do ano aconteceu a 22 de Novembro quando, ao derrotar Trevor Berbick, conquistou o título mundial de pesos pesados da Confederação Mundial de Boxe (WBC). Com 20 anos, foi o mais jovem pugilista a alcançar esse feito.

No ano seguinte, conquistou também os títulos mundiais da Federação Internacional de Boxe e da Associação Mundial de Boxe e em 1988 venceu três combates contra pugilistas de renome. Todos por K.O. antes do quarto assalto. Entretanto, ainda em 1988 casou com a actriz e modelo Robin Given, que no ano posterior pediu o divórcio por o considerar maníaco-depressivo. Estes problemas afectaram a carreira do pugilista, que só combateu por duas vezes em 1989, embora tenha vencido os dois desafios. O mau momento ficou confirmado em 1990 quando, a 11 de Fevereiro, foi batido no Japão por Buster Douglas com o K.O. ao décimo assalto. Perdeu assim os seus três títulos mundiais.

Em 1990 e 1991 venceu os quatro combates em que participou e, entretanto, desafiou para um combate o novo campeão mundial Evander Holyfield, também norte-americano. Em Julho de 1991 fez parte do júri do concurso Miss América, mas acabou por ser acusado de violação por uma das participantes. Enquanto aguardava o julgamento continuou a treinar, mas lesionou-se e teve de adiar o combate com Holyfield.

Em Março de 1992 Mike Tyson foi condenado a seis anos de prisão, mas devido ao bom comportamento só cumpriu metade da pena. Enquanto esteve na cadeia converteu-se ao islão e adoptou o nome de fé Malek Abdul Aziz. Saiu da prisão em Março de 1995 e cinco meses depois voltou a combater, exatamente no dia 19 de agosto de 1995 no MGM Grand Garden, para derrotar um desconhecido pugilista irlandês Peter McNeeley, auto-apelidado de O Furacão Irlandês aos 89 segundos do primeiro assalto. Pela vitória Tyson recebeu 25 milhões de dólares, e McNeeley levou 700 mil dólares.

Em 1996 voltou a combater e a vencer, o que o levou a desafiar de novo Holyfield. A 9 de Novembro desse ano o combate teve lugar e Holyfield ganhou, mas Tyson pediu logo a desforra. Os dois pugilistas voltaram a encontrar-se em 28 de Junho de 1997 para o que chegou a ser chamado de combate do século. Mas, a 40 segundo do final do terceiro round deu-se o inesperado. Tyson mordeu a orelha de Holyfield, o que levou à interrupção do combate. Reatado o duelo, Tyson voltou a morder o oponente e acabou por ser desclassificado, gerando uma luta no ringue entre as equipas de apoio dos dois pugilistas. Tyson perdeu o combate e foi banido por um ano da competição. Após cumprido o castigo o pugilista nova-iorquino voltou a combater e a vencer, mas já muito longe da melhor forma.

publicado por projectoboxe às 08:54
link do post | comentar | favorito
|

Sparring

Sparring é o pugilista que ajuda o outro a treinar, e quase sempre são de ótimos niveis. Treina os grandes pugilistas, ajudando-os a desenvolver seu potencial de golpes. Após ser sparring alguns deles profissionalizam-se. Antes de seu retorno aos ringues, Mike Tyson enfrentou (e nocauteou brutalmente) dezoito sparrings. Um deles seguiu numa maca para o hospital. Larry Holmes já foi sparring de Muhammad Ali. Oscar de La Hoya já foi sparring de Julio Cesar Chavez, e Riddick Bowe, de Evander Holyfield

publicado por projectoboxe às 08:54
link do post | comentar | favorito
|

Profisional

  • Palha: 47,627 kg
  • Mosca-Ligeiro: 48,988 kg
  • Mosca: 50,802 kg
  • Super-Mosca: 52,163 kg
  • Galo: 53,524 kg
  • Super-Galo: 55,338 kg
  • Pena: 57,153 kg
  • Super-Pena: 58,967 kg
  • Leve: 61,235 kg
  • Super-Leve: 63,503 kg
  • Meio-Médio-Ligeiro: 66,678 kg
  • Médio-Ligeiro: 69,853 kg
  • Médio: 72,575 kg
  • Super-Médio: 76,204 kg
  • Meio-Pesado: 79,379 kg
  • Cruzador: 86,183 kg

Pesado: acima de 86,183 kg

publicado por projectoboxe às 08:53
link do post | comentar | favorito
|

Golpes baixos

 Os golpes baixos são os aplicados abaixo da cintura e não são permitidos no boxe. Os golpes permitidos são os aplicados na parte frontal do adversário, como no rosto e no abdómen.

Se o outro adversário bater em uma dessas partes o mesmo será eliminado

publicado por projectoboxe às 08:53
link do post | comentar | favorito
|

Knock out

Ocorre quando o adversário, após levar um golpe, vai a lona. Então é aberta a contagem de 10 segundos pelo árbitro da luta, não conseguindo levantar-se a luta é encerrada e o autor do golpe é declarado vencedor por Knock Out (nocaute no Brasil).

publicado por projectoboxe às 08:52
link do post | comentar | favorito
|

Golpes

  • Jab: Não é tão potente, mas é muito eficaz. Mantém o adversário a distancia e normalmente é utilizado como preparatório para outro golpe.
  • Direto: Golpe frontal. Executado com o braço horizontalmente, golpe rápido que atinge o adversário com bastante força.
  • Cruzado: Tão potente quanto o Direto, porém o alvo é a lateral da cabeça do adversário.
  • Upper: Desferido de baixo para cima visando atingir o queixo do oponente.
  • Hook ou gancho: Golpe desferido na linha da cintura do oponente.
  • Swing: Golpe desferido de cima para baixo. é aplicado no maxilar do adversário.
publicado por projectoboxe às 08:52
link do post | comentar | favorito
|

Caracteristicas gerais

  • Para vencer uma luta de boxe, o boxeador deve golpear mais e melhor que seu adversário nos rounds estipulados.
  • O ringue de boxe é um quadrilátero, quadrado que pode medir de 4,9 a 7,3 metros de cada lado. Cada canto possui um poste de 145 cm de altura.
  • As luvas mais comuns pesam entre 170 e 340 gramas.
  • As lutas tem entre quatro a doze rounds de três minutos cada. Nos jogos olímpicos, as lutas são disputadas em apenas quatro rounds de dois minutos.
  • Cada luta profissional tem um grupo de cinco jurados.

O saco de treino pesa entre quarenta e cinquenta quilos. É feito de couro e recheado de serragem ou raspas de pneu. A punching ball, menor do que o saco normal, pesa entre trezentos e quinhentos gramas

publicado por projectoboxe às 08:51
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
|

Historia

Populares na Inglaterra nos séculos XVIII e XIX, as lutas de boxe com as mãos descobertas eram brutais. O esporte foi reformado em 1867, com as regras de Queensberry, que previam rounds de três minutos e o uso de luvas. Entraram em vigor em 1872.

O boxe foi primeiramente considerado esporte olímpico em 688 a.C., na 23ª olimpíada. Porém, quando ressurgiram as Olimpíadas da Era Moderna, o COI não admitia a inclusão do boxe por não achar o esporte condizente com o clima de confraternização entre os atletas.[1]. O boxe foi incluído como demonstração na Olimpíada de 1912 em Estocolmo, só se tornando um esporte olímpico moderno na Olimpíada de 1920 em Antuérpia.

O boxe tailandês descende de uma arte marcial chamada muay thai, que incorporou regras e movimentos do boxe inglês, os golpes dados com os punhos são praticamente os mesmos, porém em uma luta de muay thai é permitido usar os cotovelos, os joelhos e as canelas para golpear os adversários.

publicado por projectoboxe às 08:50
link do post | comentar | favorito
|

Boxe

Boxe é uma arte marcial que usa apenas os punhos tanto para defesa como para o ataque. A palavra deriva do inglês to box, que significa "bater", ou "bater com os punhos", expressão utilizada na Inglaterra entre 1000 e 1850.

Essa arte é modernamente chamada de "pugilismo", que tem origens diversas como, no latim, em pugil, que significa "lutador com cestus" (que eram um conjunto de correias de couro, placas de ferro e chumbo que guarneciam os punhos dos lutadores romanos da antiguidade), ou em "pugillus", que significa "punho fechado", em forma de soco.

publicado por projectoboxe às 08:48
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Lista de videos

. Teófilo Stevenson

. George Foreman

. Mercado

. Pugilistas famosos

. Sparring

. Profisional

. Golpes baixos

. Knock out

. Golpes

.arquivos

. Dezembro 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds